O-Negocio-S2_9

Crítica: O Negócio – por Matheus Jardim

“- Vamos assistir ‘O Négocio’ ?

  – Que negócio?
O Negocio!
– Que Negocio?!?”

  • Eu e a Ju umas 16 vezes durante a maratona… 

Depois de uma boa experiência assistindo a temporada de estreia de Magnifica 70 ano passado aliada a uns bons spots de TV despertaram meu interesse em assistir O Negócio, uma das séries nacionais produzidas pela HBO. Aí bastou 5 minutos de conversa e uma propaganda pra convencer a Ju a me acompanhar na maratona das duas primeiras temporadas.

Continuar lendo

tumblr_o2yx05tucB1rg590io1_1280

Conheça os GIFs incríveis de George Redhawk

Impossível não ficar impressionado com os gifs de George Redhawk, que é um artista cego (pasme)! Ele acabou se tornando um viral quando o assunto é GIF e a história por trás disso é realmente tocante.

Redhawk trabalhou em várias áreas da medicina, onde instruía as pessoas nos temas de tecnologia de raio-x e afins. De acordo com ele, sua vida foi ótima e produtiva trabalhando nessa área até o dia em que ele perdeu a visão, o que afetou a sua carreira. Mesmo assim ele lecionou por mais quatro anos, mas com a sensação de ter perdido tudo.

Enquanto perdia a visão progressivamente, ele começou a usar o que lhe restava de visão para encontrar as coisas mais bonitas que pudesse guardar na memória para levar com ele para sempre. Isso acabou levando-o a ter mais visões artísticas, apreciando muito mais a arte do que na época em que sua visão não era comprometida.

Ele acabou encontrando vários outros artistas através da internet e se aventurou nos GIFs.

Continuar lendo

joni

Você conhece Joni Mitchell, a grande musa de Crosby, Stills, Nash & Young?

Quando pensamos em grandes nomes da música que estouraram na década de 70 e permanecem na memória, automaticamente nos lembramos de Bob Dylan, Neil Young, Joan Baez, Graham Nash, David Crosby, Steve Stills…. Dificilmente alguém vai falar de cara: Joni Mitchell. Além de ter um som encantador, essa canadense tem mais de 20 álbuns nos seus 30 anos de carreira. Bastante coisa, não é? E o melhor é que é bastante coisa de qualidade.

Seu verdadeiro nome é Roberta Joan Anderson, que além de cantora e compositora é também pintora. Sua voz alcança uma extensão vocal de duas oitavas e meia e é impressionante o tanto que a voz de Joni é maravilhosa. Suas letras sempre são fortes e auto-construtivas, abordando desde temas autobiográficos até a industrialização e a destruição da natureza (deusa, eu sei). Continuar lendo